sexta-feira, 24 de junho de 2011

SERVIR OU SER SERVIDO?




Mt 20:28 – “Tal como o Filho do Homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.”

Mc 10:45

Entre servir e/ou ser servido, o que você escolheria?

O que é melhor? Servir ou ser servido por alguém?

Dentre tantos ensinamentos de Jesus aos seus discípulos, uma ênfase muito grande foi dada aos seus discípulos sobre a importância do serviço ao reino de Deus.

A própria palavra de Deus revela Jesus Cristo, o filho de Deus, o Rei da Glória, como servo.

Em inúmeros versículos vemos seus discípulos sendo ensinados e conduzidos ao serviço às outras pessoas.
Mt 23:11,12 – “Porém o maior dentre vós será vosso servo. E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado.”
Eles corriam o risco de, “subir para cabeça”, o fato de serem discípulos de Jesus, mas, a Bíblia também mostra Jesus servindo aos seus discípulos.
Lc 22:27 – “Pois qual é maior: Quem está à mesa ou quem serve? Porventura, não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós, sou como aquele que serve.”
Jesus gastou tempo, com seus discípulos, ensinando sobre isso.
Jo 13:13-17 V 14, 15 – “Ora, se eu, sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.”

Ou seja, além de ensinar sobre o servir, Ele mesmo como o Messias, como Mestre e Rei – servia.

Seus seguidores aprenderam isso.

Rm 1:1 – “Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus.”

II Co 4:5 – “Porque nós não pregamos a nós mesmos, mas a Jesus Cristo, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos, por amor de Jesus.”

O apóstolo Paulo se apresentando às igrejas como servo e não como apóstolo (demonstrando títulos), mas, era como se ele estivesse dizendo: “Estou aqui (ou vos escrevo) para servi-los para ajudá-los, auxiliá-los, não busco meus interesses mais o de vocês.

Um dos princípios bíblicos mais importantes dentre todos os ensinamentos de Jesus aos seus seguidores certamente é o de aprender a servir.

Servir = trabalhar como servo, exercer funções de criado, por na mesa comida/bebida, auxiliar, ser útil.

Sl 100:2 – “Servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a ele com canto.”
Nesse caso a palavra no Hebraico Abad (Ebed) – fala de servo/escravo, alguém que age sob ordens de um superior.

Porém nesse caso Deus valoriza seus servos e se inclina favoravelmente a eles. Diferente dos mestres e senhores humanos, Deus preocupa-se com o bem estar de cada um dos seus servos.

Sl 35:27 – “Cantem e alegrem-se os que amam a minha justiça, e digam continuamente: O Senhor, que ama a prosperidade do seu servo, seja engrandecido”.
Ou seja, Deus cuida dos seus servos, diferente do padrão humano.

Porque ser servo?
Características de um servo:

1º - Humildade Sem orgulho, soberba, manso, sofredor...

II Tm 2:24 – “Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender e sim deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente.”
Independente das circunstâncias, ele continua servindo, mesmo (pelos homens) injustiçado, caluniado... ele continua pois não são seus interesses pessoais que estão em jogo e sim os do Reino dos céus.

2º - Trabalhador Os discípulos sabiam que teriam muito trabalho pela frente... por isso, teriam que aprender a servir.

Jo 5:17 – “E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também”.
A obra de Deus é realizada por pessoas dispostas a trabalhar (servir).

A motivação não pode ser outra a não ser servir.
Um servo trabalha muito, ele tem sempre trabalho a fazer.

3º - Faz sem questionar O servo não escolhe o serviço, não discute com seu senhor...

Tt 2:9 – “Exorta os servos que se sujeitem a seu senhor e em tudo agradem, não contradizendo.”
O servo recebe a ordem do seu Senhor, e a realiza.

4º - Não possui nada

Lc 12:15 – “E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, porque a vida de qualquer não consiste na abundancia do que possui.”

Jesus ensinou aos seus discípulos o desprendimento dos bens, de tudo o que é terreno.
Mt 6:19-21, 24, 32-34
Mt 25:23 – “Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.”
Somos mordomos das coisas de Deus aqui na terra.
O servo mora na casa o seu senhor, anda no carro do seu senhor, administra as coisas do seu senhor...

Nada é dele, tudo é do seu Senhor.

Conclusão:
Após esse aprendizado a condição dos discípulos de Jesus mudou.
Aprenderam o que significaria para eles serem servos, porém, Jesus revela uma nova fase, como seria então  o relacionamento discípulo-mestre.
Jo 15:14-15 – “Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer.”
Eles se tornaram amigos, pois compreenderam os princípios de seu mestre.
Eu escolho servir, ser servo e seguir o exemplo do meu Senhor e rei – Jesus Cristo – o Filho de Deus.
Deus te abençoe!

2 comentários:

  1. O serviço cristão deve ser ativo. É este tipo de atitude que Deus espera de nós e que nos aproxima Dele e realmente mostra o nosso amor e agradecimento. É este tipo que será recompensado no céu, e que continuaremos a fazer na Nova Jerusalém. Aqui, servimos como filhos
    Nesse momento, alguns vão afirmar que basta seguir os preceitos morais ensinados na bíblia (como não mentir, não roubar) para estar servindo a Deus. Mas, ao mesmo tempo, dizem que o trabalho na igreja tem mais valor do que o secular. Será que para servir ao Senhor, de todo nosso coração, precisamos (todos) nos tornar pastores ou missionários ?
    É claro que não. Esta idéia advém de um entendimento parcial do nosso propósito aqui nesta vida. Logo no início de Gênesis, antes mesmo da queda do homem, você verá que a tarefa do homem era cultivar e cuidar da terra que Deus tinha dado. Não existe, nem mesmo no novo testamento, a idéia de que se deve largar nossos trabalhos seculares para nos dedicarmos exclusivamente à igreja. É evidente que, em alguns casos, isto pode e deve acontecer. Cada um tem um chamado.

    ResponderExcluir
  2. Tudo muito interessante por aqui,
    Gostei muito mesmo.
    E te convido para conhecer meu espaço, caso queira dar uma olhada, seguir..;

    http://www.bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já.

    ResponderExcluir